10.12.2018

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

SINDICATO DE GOVERNADOR VALADARES-MG INICIA NEGOCIAÇÃO SALARIAL DOS SERVIDORES
Reunião com a Administração pública ocorreu no dia 24 de janeiro. Fesempre esteve presente por meio da assessora jurídica Carla Sofia Caricatti.
Bruno Menezes
Da FESEMPRE, em Belo Horizonte - MG.


29/01/2018 • 10h37

Informações complementares:

Município: Governador Valadares - MG


 

O Sindicato do Servidores Municipais de Governador Valadares (Sinsem-GV), realizou na tarde do último dia 24 de janeiro, no quarto andar da Prefeitura, a primeira reunião com o Executivo, para tratar das negociações da pauta salarial de 2018. A reunião contou com toda a diretoria do Sinsem-GV e a presença dos Secretário de Governo, Tony Diniz, de Administração, Marcos Sampaio, da Fazenda, Jamir Calili, de Comunicação, Nilton David Barroso, além do Procurador fiscal do Município, Gustavo Mota. O Departamento Jurídico da Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais (Fesempre) também acompanhou o encontro por meio da assessora jurídica Carla Sofia Caricatti.

 


Tony Diniz começou a reunião parabenizando a Diretoria do sindicato e afirmando o compromisso com os dirigentes sindicais presentes de que não haverá acordo que não será cumprido, além de reconhecer perdas salariais da categoria. O secretário de Governo também afirmou: “O governo tem buscado resolver os problemas coletivos, como forma de melhorar a condição atual do servidor”.

 

O Presidente do Sinsem-GV e diretor da Fesempre, Dirley Henriques afirmou que hoje o sindicato necessita de mais atitude e menos enfrentamento, e que a atual diretoria está buscando a valorização da categoria, “O servidor é quem executa a política pública, e fomenta a economia, portanto o papel do sindicato é proteger a classe do uso politico”, afirmou Dirley.

 

Foram discutidas as reivindicações aprovadas em assembleia ocorrida em dezembro, após estudos elaborados pelo DIEESE: Reajuste linear de 10% para toda a categoria, sem parcelamento; Recomposição salarial, sem parcelamento, com aplicação da Lei de cargos e salários para os setores em que a defasagem foi maior; Pagamentos passivos da Lei 170; Política permanente contra o Assédio Moral no serviço público; Pagamento de Insalubridades; Vale alimentação para os servidores. Outro ponto já negociado e que o governo se comprometeu a implantar, são os estudos para o cumprimento do artigo segundo da Lei 170 que estabelece a implantação de Plano de Cargos e Salários específicos para a Saúde e Educação.

 

A administração solicitou um prazo para que pudesse concluir os estudos orçamentários e agendou uma nova reunião para o dia 21 de fevereiro, às 16h, pois segundo o procurador fiscal do Município, Gustavo Mota, a Prefeitura fechou o orçamento recentemente e necessita de novos estudos de impactos econômicos.

 

Fonte: SinsemGV

 

 

Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais
Assessoria de Comunicação - (31) 3274-2427
Email: jornalismo@fesempre.org.br
Curta nossa fan page: facebook.com/fesempreoficial

  • Voltar

  •  

Parceiros
Rua da Bahia, 1148 - 16º andar - Centro - Belo Horizonte | MG - CEP 30160-906 - 31 32742427
©2010 | 2018 FESEMPRE. Todos os direitos reservados.