19.11.2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

SINDICATO DE UBERABA-MG APRESENTA RELATÓRIO SOBRE EVOLUÇÃO DAS RECEITAS DA PREFEITURA
Relatório indicou a possibilidade de aplicar o índice inflacionário de 2016, 6,9%, nos salários dos servidores públicos municipais.
Bárbara Batista
Da FESEMPRE, em Belo Horizonte - MG.


14/07/2017 • 13h32

Informações complementares:

Município: Uberaba - MG


 

Em assembleia geral com a categoria, nessa quinta-feira (13/07), a Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) apresentou o resultado do trabalho do Grupo Especial criado para acompanhar a evolução das receitas da Prefeitura. O relatório aponta para a possibilidade de aplicar o índice de inflação de 2016, de 6,9%, nos salários do funcionalismo.

 

Segundo comparativo da receita corrente líquida dos meses de janeiro a maio do ano passado e deste ano, há um aumento significativo na arrecadação, considerando os três primeiros meses de 2017. Consta ainda no relatório que na média aritmética, o comportamento da receita ainda é positivo, no valor de R$ 4.660.966,25.

 

O documento foi elaborado pelos três servidores indicados pelo SSPMU para integrar o Grupo Especial.

 

O presidente do SSPMU, Luís Carlos dos Santos diz que apesar da sugestão contida no relatório, a diretoria do Sindicato irá sentar novamente com o governo, levando a íntegra da pauta de 2017.

 

A reunião com a administração está marcada para dia 18 de julho. Na pauta de reivindicações dos servidores os sindicalistas pedem reajuste de 23% nos salários, sendo 5% de aumento real mais a variação da inflação de 2015 e 2016, que totalizou 18,15%, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Pedem ainda que o tíquete passe de R$500 para R$620.

 

A pauta também contempla o pagamento do adicional de periculosidade aos condutores de motocicleta e vigias, e do adicional de insalubridade, especialmente para os servidores que atuam na área da Saúde; aumento do percentual do adicional de horas-extras aos sábados, domingos e feriados para 100%; garantia de manutenção do plano de saúde; implantação do seguro acidente de trabalho e doenças ocupacionais; fornecimento de uniforme e equipamentos de proteção individual, entre outros.

 

O documento pede ainda a instituição da bolsa auxílio educação para incentivar os servidores a retomarem os estudos.

 

 

Fonte: SSPMU

 

 

Federação Interestadual dos Servidores Públicos Municipais e Estaduais
Assessoria de Comunicação - (31) 3274-2427
Email: jornalismo@fesempre.org.br
Curta nossa fan page: facebook.com/fesempreoficial

  • Voltar

  •  

Parceiros
Rua da Bahia, 1148 - 16º andar - Centro - Belo Horizonte | MG - CEP 30160-906 - 31 32742427
©2010 | 2017 FESEMPRE. Todos os direitos reservados.